1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 »
“Certa vez me disseram que eu sou muito fechada e por um momento pensei na hipótese de dar mais espaço para as pessoas na minha vida. Lembei que dar mais espaço significa confiar. Contar meus medos e segredos. Ser um pouco menos durona. Me tornar assim, um pouquinho vulnerável, significa também correr o risco de quebrar a cara depois.”
~ Kiara Vasconcellos    (via perigeu)

Porque quando é verdadeiro, é pra sempre! #Friends #AmoQueAmo #MatandoASaudade


“Não quero te prender, mas é foda te soltar. É foda porque eu sei que qualquer coisa é melhor do que eu. E eu não sei se aguentaria ver você vivendo outra bagunça por aí.
~ robin and stubb.     (via se-eu-pudesse)

“É como se e fosse um livro. Que ao invés de ser lido, era julgado pela capa.”
~ Carta dos Derrotados. (via romeuemcrise)

“Ninguém ajudou, eu me virei sozinho. E isso me endureceu um pouco mais.”
~ Caio F. Abreu. (via odeiorotulos)

“Acredito que as pessoas aprendem com os próprios erros e com o tempo. Acredito também que quem traiu uma vez e foi perdoado vai trair de novo. Acredito que aquelas pessoas que vivem falando mal dos outros vão falar mal de você com esses outros. Acredito que as pessoas só mudam por vontade própria e nunca pelo pedido de outra pessoa. Acredito que tudo que eu acredito hoje vai mudar com o tempo. E que, no futuro, talvez, eu acredite em menos coisas. Ou em nada mais.”
~ Clarice Lispector. (via se-eu-pudesse)

tem mina que é tão fofa, tão delicada, que fico me perguntando se sou mulher mesmo


usar salto alto não é sexy se vc caminha na rua que nem um tiranossauro rex


“Eu te vi chorar depois de muito tempo, e você já não se lembrava o que eram as lágrimas. Eu vi a muralha desabar em dor, eu te vi tão fria se derretendo em ódio. Finalmente cansou de mentir dizendo que era forte, cansou de se esconder atrás de certezas que nunca teve. Olha só pra você, passou muito tempo regando as mágoas, passou muito tempo se remontando à cada dia com uma peça a menos, e agora a estrutura cedeu, você está com as mãos no rosto se perguntando “Por que eu? Por que isso? Por que não posso apenas desaparecer?”. Você sempre disse que sabia lidar muito bem com seus medos, e por ironia, foram eles que te engoliram.”
~ Sean Wilhelm. (via supostos)

“Eu quero chegar em casa e te ver jogada no sofá com as pernas pra cima e com aquele moletom que tu usa pra ficar em casa, alias esse era o meu moletom, tu pegou ele um dia que sai cedo de casa e só voltei de noitinha. Lembro que tu tava encolhida no sofá, maior cara de triste e quando eu cheguei tu veio correndo me abraçar, me encheu de beijos e disse que sentiu saudades e que pegou aquele moletom pra ficar sentindo meu perfume, a partir daquele dia perdi meu moletom preferido. Mas eu não ligo, meu amor, tu é meu moletom preferido. Ainda não terminei, alias nem mal comecei a planejar o nosso amor. Infinitas coisas que quero fazer ao seu lado, como acordar e poder te olhar dormindo, depois te acordar com um beijo e quem sabe prolongar nossa estadia na nossa cama de casal fazendo aquele sexo matinal. Meu café da manhã preferido, alias. Depois a gente ia gargalhando até o banheiro pra tomar um banho juntos, nossos corpos molhados iam acabar se tocando e com certeza a gente ia repetir a dose em baixo do chuveiro. Não é uma vida baseada em sexo, mas sempre que tu me olhar provocando eu vou querer me embebedar no seu gosto. Não vou mentir, imagino a nossa vida perfeita de mais e tem tanta coisa pra acontecer que a gente nem sonha. Imaginar e sonhar uma vida contigo, sem se importar com o amanhã, apenas estar ao seu lado e deixar as coisas fluírem como se deve ser. Ser feliz pelas pequenas coisas, gargalhar a toa, transformar as brigas em aprendizado e deixar o orgulho de lado. A gente tem que estar disposto a ser feliz pra finalmente ser e eu estou disposto a ser, mas tem que ser com você.”
~ Talvez seja você, por Fabio S. (via supostos)

“Discretamente, enviei sinais de socorro aos amigos. Ninguém ajudou. Me virei sozinho. Isso me endureceu um pouco mais. Não foi só você, não. Foram também pessoas até mais íntimas, me virei sozinho com enormes dificuldades.”
~ Caio Fernando Abreu.   (via l-asing)